Petrobras . Agência Petrobras

Projeto Ações Ambientais Sustentáveis restaura Mata Atlântica e Caatinga e promove educação ambiental no Recôncavo Sul Baiano

Publicado em: 10/09/2015 16:14:12

Iniciativa, apoiada pela Petrobras, promoveu o plantio de mais de 36.000 mudas de espécies nativas e atendeu mais de mil pessoas por meio de ações de educação ambiental

O Projeto Ações Ambientais Sustentáveis encerrou sua segunda fase em agosto, com apoio da Petrobras por intermédio do Programa Petrobras Socioambiental, e excelentes resultados. Promoveu o plantio de 20.645 mudas de espécies nativas de Mata Atlântica e Caatinga em 15 hectares (150.000 m2) de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de 15.897 mudas da erva de sabiá para a formação de 8,37km de cercas vivas em  52 propriedades em oito municípios do Recôncavo Sul Baiano. Além disso, realizou ações de educação ambiental, sensibilizando mais de mil pessoas.

O projeto foi criado para recuperar remanescentes florestais da Mata Atlântica e da Caatinga e conservar a biodiversidade em cinco municípios da Serra da Jiboia (Elísio Medrado, Santa Terezinha, Castro Alves, São Miguel das Matas e Varzedo) e outros três também localizados na porção Sul do Recôncavo Baiano (Dom Macedo Costa, Cruz das Almas e Amargosa). "Dessa forma, seriam mantidos os serviços ambientais prestados pela natureza, tais como a produção de água e oxigênio e a proteção dos solos pelas plantas, a produção agrícola seria incrementada e melhoraria a qualidade de vida das comunidades”, explica o coordenador executivo do projeto, Renato Cunha. 

As ações do projeto foram diversificadas. Foram reflorestados 15,47 hectares (150.000 m2) de Áreas de Preservação Permanente (APPs) por intermédio do plantio de 20.645 mudas nativas regionais em 17 propriedades rurais. Foram construídos 8,37km de cercas vivas em substituição às cercas de estacas em 41 propriedades rurais. Foram criados uma rede de coletores e um banco de sementes nativas regionais. Foram também implementadas ações de educação ambiental (oficinas, palestras, cursos, visitas) em escolas, sindicatos e prefeituras, sensibilizando mais de mil pessoas (produtores rurais, lideranças comunitárias, professores, estudantes) e foram realizados encontros entre os diversos atores locais (coletores de sementes, viveiristas, restauradores florestais etc.) para a troca de experiências.

Ações importantes de fortalecimento da gestão ambiental local foram realizadas, tais como a oficina de Planos Municipais de Mata Atlântica (PMMAs), ministrada a 25 representantes do poder público e a 14 da sociedade civil, e a oficina para a construção do plano de ação para a conservação e a recuperação da Mata Atlântica de São Miguel das Matas, a primeira similar realizada no Recôncavo Sul Baiano.

"O projeto cumpriu sua função. Mobilizou, reuniu e articulou o poder público e a sociedade civil, além de 15 instituições parceiras, em prol da conservação do Recôncavo Sul Baiano. Os gestores ambientais municipais foram importantes parceiros do projeto, desde o princípio, apoiando as ações de educação ambiental e ajudando na prospecção de parceiros de plantio. Mas, acima de tudo, o projeto plantou a renovação, um futuro mais verde na região e a consciência da necessidade de perenizar a manutenção desse patrimônio",  conclui Renato Cunha.

Programa Petrobras Socioambiental

Por meio do Programa Petrobras Socioambiental: Desenvolvimento Sustentável e Promoção de Direitos, a Petrobras investe em projetos de todo o Brasil, com foco nas linhas de atuação Produção Inclusiva e Sustentável, Biodiversidade e Sociodiversidade, Direitos da Criança e do Adolescente, Florestas e Clima, Educação, Água e Esporte.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Esqueci minha senha

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE