Petrobras . Agência Petrobras

Petrobras participa do Programa nacional de Pró-Equidade de Gênero e Raça

Publicado em: 20/04/2016 10:30:11

A Petrobras assinou ontem (19/04) o termo de compromisso para o Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça (PPEGR) em Brasília. É a sexta vez que a empresa participa dessa ação, que é promovida pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres com apoio da ONU Mulheres, Organização Internacional do Trabalho e Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. O Programa, aberto a empresas públicas e privadas, tem como objetivo alcançar a igualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho, contribuindo para a eliminação de todas as formas de discriminação no acesso, remuneração, ascensão e permanência no emprego.

A companhia participa do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça desde a primeira edição, em 2006, e por cinco vezes conquistou o Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça por cumprir satisfatoriamente planos de ação específicos. Além da Petrobras Controladora, as subsidiárias Petrobras Distribuidora, Transpetro e a Liquigás também assinaram, cada uma delas, o termo de compromisso. O evento ocorreu ontem, em Brasília, e contou com as presenças do gerente executivo de Responsabilidade Social da Petrobras, Antônio Sérgio Oliveira Santana e da gerente de Orientações e Práticas de Responsabilidade Social, Janice Dias, da gerente de Programas Corporativos e Responsabilidade Social da Petrobras Distribuidora, Camila Pimentel Freire e do gerente Regional de Engenharia, Segurança, Meio Ambiente Centro-Norte, Álvaro Henrique Vianna de Moraes Júnior; além da gerente geral de Comunicação e Responsabilidade Social da Transpetro, Márcia Figueiredo.

Para Antônio Sérgio, "a participação da Petrobras no Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça reforça o compromisso da empresa com as questões da diversidade, alinhado com seu posicionamento estratégico de ser uma empresa socialmente responsável".

Ações - A 5ª edição do Programa na Petrobras gerou uma série de resultados com iniciativas destinadas à promoção da equidade de gênero na companhia. Uma medida inédita entre as empresas brasileiras foi a extensão da licença maternidade nos casos de bebês prematuros, que só passa a ser contabilizada no momento de alta hospitalar da criança. Entre as ações, também destacaram-se: a inauguração de 17 novas salas de apoio à amamentação, algumas delas em unidades operacionais; a ampliação da licença paternidade de 5 para 10 dias, atendendo a 1.106 empregados no ano de 2015; equiparação do reembolso do auxílio creche no patamar oferecido às mulheres empregadas, beneficiando 2.979 empregados homens em 2015.

Para a 6ª edição do PPEGR, a Petrobras prevê o desenvolvimento de ações relacionadas à gestão de pessoas e cultura organizacional, como por exemplo, dar continuidade à implantação e à gestão das salas de apoio à amamentação, especialmente nas unidades operacionais, dar continuidade às ações de adaptação dos EPIs (equipamentos de proteção individuais) à ergonomia feminina, produzir iniciativas de prevenção à desigualdade, discriminação e assédio, disseminando o conteúdo tratado, por exemplo, no Guia de Conduta da Petrobras, entre outras.

A Petrobras Distribuidora, que participa do Programa desde 2009, propõe para este ano o desenvolvimento das carreiras das mulheres; a realização de oficinas sobre os temas com os prestadores de serviços e com a comunidade do entorno da sede; um estudo para avaliar inclusão dos temas no conteúdo do processo seletivo; a elaboração de materiais relacionados à equidade de gênero e raça para grandes clientes e revendedores; a inclusão do tema equidade racial no módulo de Responsabilidade Social do Programa Motorista Deztaque; além de promover seminário com mulheres da força de trabalho que atuam em profissões predominantemente masculinas. A Distribuidora também dará continuidade às ações da edição anterior do programa.

Na Transpetro, as ações preveem ajustar a descrição das funções, adaptando o nome dos cargos de acordo com o gênero, por exemplo, “Técnica de administração e controle”; a capacitação dos integrantes da força de trabalho quanto à temática de gênero e raça; estimular o aumento da participação da força de trabalho feminina nos processos seletivos para funções gerenciais; informar a força de trabalho quanto ao período de 10 dias corridos de licença paternidade e extensão da licença maternidade; além de promover debate sobre a violência contra a mulher tanto com a força de trabalho quanto com as comunidades. A Transpetro participa do Programa desde a terceira edição, em 2009.

Dentre as ações na Liquigás são destaques promover campanhas para incentivar a autodeclaração de cor/raça no cadastro da instituição; garantir que empregados e empregadas independente de gênero, raça e etnia sejam considerados em processo de desenvolvimento para novas lideranças através do Programa Potencial Gestor; fornecer orientações e tratamento para prevenção à dependência do álcool e outras drogas, estender benefícios a dependentes para casais homoafetivos com relacionamento estável; adequar a sala de coleta de leite; dar continuidade às ações de combate às práticas de desigualdade, e discriminações de gênero e raça e de combate à ocorrência de assédio moral e sexual; além de divulgar o Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça e sua importância para a Liquigás a sua rede de revendedores e clientes do granel. A Liquigás participa do programa desde 2011. 

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Esqueci minha senha

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE